mercado alimentício

Supere as Dificuldades no Mercado Alimentício

Cada vez mais pessoas tem pensado em maneiras alternativas de aumentar a renda mensal e a grande aposta costuma ser no ramo alimentício. Às vezes começa como uma ideia mais profissional e às vezes algo que era uma atividade extra passa a ser a principal fonte de renda. Mas nenhum dos casos está isento de obstáculos.

Passando por Dificuldades?

O momento de dificuldade vem para todos. Pode ser a queda nas vendas por causa da crise, ou a problemática de um novo concorrente na área, dentre vários outros. Mas com criatividade, persistência e inovação esses obstáculos podem ser ultrapassados e você conseguirá elevar seu empreendimento à um novo nível de maturidade a cada passo dado!

alimentícios

Acompanhar as tendências do mercado pode ser essencial para o seu sucesso. Agora que você já aprendeu como montar a base do seu negócio no nosso último texto, agora é hora de escolher o produto certo para vender e como você pode vendê-lo. 

Os empreendimentos também mudaram. Agora, a sustentabilidade é essencial em um bom estabelecimento. As legislações pedem documentos que mostrem que os restaurantes acondicionam e destinam seus resíduos corretamente, e que tentem diminuir seu desperdício ao máximo. Saiba mais aqui sobre o PGRS, um dos documentos que podem ser solicitados.

Pensando nisso, trazemos para vocês a primeira tendência de 2018: o “Perda Zero”.

Sustentabilidade e Economia

Segundo a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo, uma das tendências no ramo alimentício em 2017 foi o uso de alimentos pouco valorizados e de sobras como ingredientes. O chamado “Perda Zero” é um movimento que teve grandes chefs como defensores e busca diminuir o desperdício em cozinhas de restaurantes.

Algo que ilustra essa moda é o programa Masterchef Brasil: em todas as temporadas houveram episódios com provas que consistiam em fazer os participantes trabalhar com ingredientes pouco valorizados, como carnes não nobres, ou partes de verduras e legumes que sempre são descartadas.

Outro exemplo é o restaurante do brasileiro David Hertz: ele utilizou as sobras dos ingredientes utilizados na cozinha da Vila Olímpica na época das Olimpíadas, montando pratos de qualidade sem desperdício.

Além de se preocupar com a sustentabilidade, restaurantes e empreendimentos se preocupam com o uso de ingredientes de qualidade: alimentos orgânicos, sem agrotóxicos, vindos de fazendas familiares, ganham espaço no mercado.

Agroecologia e Consciência Ambiental

Os consumidores se preocupam mais com sua saúde e com o meio ambiente. Por isso, é tendência agora alimentos produzidos com ingredientes orgânicos, vindos de fazendas ecológicas com pouco impacto ambiental.

A agroecologia é uma linha de pensamento que tem como objetivo produzir alimentos de maneira sustentável. É um conceito complexo, por isso vamos focar na produção nesse texto: a ideia é praticar a agricultura aproveitando das próprias interações da natureza em favor da produção, sem uso de agrotóxicos e apenas fertilizantes naturais.

Vindo dessa consciência ambiental, acontece mais um fenômeno no mercado alimentício: o vegetarianismo e o veganismo. As pessoas se preocupam mais com a origem dos alimentos, e acham cruel a produção de carnes e exploração dos animais. Por isso, estabelecimentos como o HareBurger, uma espécie de “fast food” vegano, viram sucesso, por mostrar uma alternativa na alimentação.

Além disso, por se preocuparem mais com a saúde, alguns consumidores buscam alimentos práticos e saudáveis que facilitam dietas: quentinhas low carb, biscoitos de inhame, barrinhas de cereais sem conservantes.

Tudo isso vira sucesso, principalmente no meio “fitness” (não é a toa que surgem tantas blogueiras mostrando sua vida de exercícios físicos e dietas - marketing é a alma do negócio).

Os Alimentos Artesanais

alimentício

Cervejas artesanais, chocolates artesanais, sorvetes, cafés e sucos: tudo isso vira tendência num mundo onde o cuidado na produção e ingredientes de qualidade são mais valorizados que nunca. A criatividade toma conta e a inovação é o que determina se o produto vai fazer sucesso.

A produção artesanal consiste na escolha cuidadosa dos ingredientes, na pouca ou nenhuma presença de conservantes e na presença do produtor em todas as etapas do processo: desde a escolha da matéria prima até a que o produto seja embalado.

Vamos dar um exemplo:

O ramo dos chocolates artesanais virou moda: segundo a revista SuperInteressante, o bean-to-bar, produção de chocolate que vai desde a torra do cacau até a moldagem da barra de chocolate, começou há alguns anos aqui no Brasil. Agora, já tem empresas especializadas nisso. O chocolate artesanal é vantagem porque o produtor paga mais caro pelo cacau, e o seleciona melhor.

Para manter a qualidade do cacau, o produtor não vai usar gordura barata para fazer o chocolate. Ele vai usar manteiga de cacau. Por isso, o chocolate bean-to-bar é puro e de melhor qualidade.

Outra ideia que o chocolate artesanal traz é a da valorização do grão produzido no próprio país: como o cacau é um fruto tropical, não é necessário importá-lo para produzir o chocolate aqui. Por isso o grão é mais fresco, e o chocolate mais puro, que traz nele um sabor tropical e diferenciado.

A produção artesanal, seja do que for, valoriza também a sustentabilidade. Não se produz em grande escala, o que reduz o desperdício e a exploração do meio ambiente. Apesar dos produtos saírem mais caros, eles também saem mais gostosos e com melhor qualidade.

Agora que tratamos de algumas das tendências de consumo do mercado para te ajudar a achar o produto ideal, vamos falar abaixo sobre como vender esse produto.

Inovações para Levar Seu Empreendimento à um Novo Nível

Apesar da crise, o setor alimentício parece nunca parar. Uma dica para não ficar para trás com seu empreendimento é apostar no ambiente físico que você apresenta e as sensações que leva para os seus consumidores.

Aposte na Imagem

Tenha um ambiente agradável e especial

Invista em decorações e peças interativas para atrair seus clientes e transformá-los em canais de propaganda. Nada melhor do que um consumidor elogiando e comentando com seu círculo de convivência sobre como confortável, ou bonito, ou interessante é o seu empreendimento.

Trabalhe com alguma temática específica

É importante, até para o seu marketing, você possuir um foco. Ao idealizar um empreendimento, tenha em mente o que ele será. Ao colocar em prática esta ideia, lembre-se de apostar no espaço para que ele conte a mesma história que o seu cardápio.

alimentícios

Tem crescido o número de restaurantes e bares temáticos, como por exemplo ludotecas (Bar e ludoteca, hamburgueria e ludoteca, cafeteria e ludoteca).

Entregue atendimento personalizado

Treine sua equipe para que os clientes saiam satisfeitos e contentes pela maneira como foram atendidos. Um bom atendimento é crucial para a fidelização dos seus clientes.

Crie emoções

alimentício

Esteja disposto a entregar aos consumidores emoções, faça o seu empreendimento não pensando em apenas receber retorno financeiro, faça-o pensando em agradar e entreter as pessoas. Essa é a chave para cativá-los.

Invista no Marketing Digital

Esteja presente nas mídias sociais

Seus consumidores vão estar sempre de olho nas novidades: no que você posta. Invista em divulgação! Faça um estudo sobre as possibilidades e, se for viável, divulgue promoções e atrativos.

Invista em um site

No site você pode divulgar seus produtos, preços, cardápio e novidades Ele permite que você tenha uma linha de comunicação online aberta e acessível para os clientes.

Foque no Seu Diferencial

Invista no Marketing Verde

​Analisar o mercado é essencial e um exemplo de como ser inovador e se adaptar à nova mentalidade pode ser o trabalho na sustentabilidade. Você pode saber mais sobre isso clicando aqui.

Além de permitir que você fique dentro das fiscalizações ambientais, seguir as normas de sustentabilidade e mostrar que você evita o desperdício é um diferencial e chama atenção do público.

Mostre porque o seu produto é o melhor

Seja transparente: mostre que seus ingredientes são de qualidade, que você se preocupa com todas as etapas da produção e que segue as normas da ANVISA.

Fale de onde você consegue seus ingredientes, sempre rotule alimentos embalados e possua um Manual de Boas Práticas de Fabricação. Use isso ao seu favor.

Se Atualize

O mundo está em constante mudança. O que é tendência hoje, amanhã pode não ser mais. Por isso, é muito importante ficar atualizado e saber mais sobre a mentalidade dos seus consumidores. Também é importante ficar atento às novas tecnologias e às opiniões sobre seu estabelecimento.

Saiba sempre sobre as normas e esteja sempre um passo a frente. Possuir um estabelecimento sustentável e higiênico não é apenas tendência: agora é requisito obrigatório. Saiba que seus consumidores merecem o melhor, e seu sucesso pode se manter por muito tempo!

​Fique ligado nos nossos próximos textos! Estamos preparando materiais inéditos neste mês de Alimentos!

Related posts:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *