4 Motivos Indispensáveis para Contratar uma Empresa Júnior

Sabe quando você precisa contratar uma empresa para realizar algum serviço e tem dificuldade em achar alguma que combine qualidade e preço justo? Imagine se além desses dois fatores, você contratasse uma empresa que fomentasse o ensino acadêmico? Parece loucura?


Solucionando essas 3 necessidades, cria-se um movimento há cerca de 50 anos capaz de complementar o ensino oferecido nas Universidades. Inserindo nesse ambiente a vivência empresarial e capacitando futuros profissionais, o Movimento Empresa Júnior tem importante papel em nossa sociedade. É a partir dele que universitários, ainda que jovens cursando apenas sua faculdade, já se encontram preparados e com mais experiência para entrar no mercado de trabalho.


O MEJ, assim como é comumente chamado em nosso meio, começou sua história no ano de 1967 na Europa, mais precisamente na França, chegando ao Brasil em meados da década de 80. Com cerca de 29 anos já existente no Brasil, tal movimento já foi capaz de grandes mudanças em nosso território, contando com 444 Empresas Juniores atuantes no Brasil no ano de 2016, mais de 15 mil empresários juniores e movimentando cerca de 11,1 milhões de reais por meio de 4900 projetos comerciais.


Para saber mais sobre esse Movimento que é capaz de cruzar fronteiras por todo o mundo, veja nosso texto: MEJ: 10 Anos em 1 – Viva Essa Insanidade.


E onde a P&Q Engenharia Jr. entra nessa história? Nossa Empresa é uma pequena engrenagem com papel fundamental e responsável, assim como muitas outras espalhadas por todo o Brasil, por fazer funcionar essa grande máquina chamada MEJ. Com 7 anos de vivência, a P&Q vem desenvolvendo os alunos da Universidade Federal Fluminense, realizando projetos de consultoria e serviços de análises.


Contribuindo para a evolução da Universidade por meio de eventos acadêmicos que contam com Palestras e Workshops (Semana P&Q), como também participando ativamente do mercado local por meio da realização de 38 projetos em 2016 e 33 projetos fechados até o momento em 2017, nossa Empresa já impactou a vida de muitas pessoas no estado do Rio de Janeiro.



Uma via de mão dupla


Todos sabemos da necessidade do sentimento de confiança que o cliente deve ter ao contratar uma empresa para realizar um determinado serviço. Realizar projetos não é uma tarefa fácil, é necessário competência e dedicação vindas da equipe responsável por produzi-lo, a fim de garantir um produto final de qualidade e que satisfaça o cliente.


A partir de um projeto fechado, algumas responsabilidades intrínsecas à ele surgem e devem ser tratadas com muita atenção e afinco, como a pontualidade, a acabativa, busca pela excelência e foco no cliente. Juntando todas essas importantes observações, percebe-se que a realização de um projeto é uma via de mão dupla.


Agora, imagine um mundo “ideal” onde o contratado e o contratante detém dos mesmos valores e ambições ao visualizar e idealizar um projeto. Tal cenário é muito comum no mundo do MEJ, já que estamos sempre pondo em prova a confiança que nossos clientes depositam em nós. Essa confiança é fundamental para que possamos evoluir academicamente, já que nossa experiência é adquirida a partir da realização de projetos e sem eles não seria possível nos especializarmos.



Orientação dos Professores de nossa Faculdade


Agregando mais valor aos nossos projetos, pode-se pontuar a participação imprescindível de profissionais extremamente gabaritados e reconhecidos no âmbito de pesquisas acadêmicas, os professores universitários. Todos os projetos produzidos por nós estudantes passam pela revisão de um professor orientador responsável por averiguar a qualidade e dar o aval necessário para a finalização do serviço.


Visto o cuidado destinado à confecção do projeto e as diversas revisões feitas no mesmo, tanto por parte dos próprios alunos, como por partes dos professores responsáveis, percebe-se que a nossa preocupação é entregar não apenas um serviço, mas essencialmente uma solução.


O professor orientador atua em conjunto com a equipe ao longo de diversas etapas do projeto, começando sua participação no momento de identificação da metodologia que será utilizada no andamento do mesmo. É por meio dessa minuciosa escolha de metodologia que torna-se possível alcançar alguns preciosismos que poderiam passar despercebidos pela equipe.


Com a metodologia efetivamente escolhida, é iniciado o momento de elaborar a precificação e criação do prazo de um projeto e, como não podia ser diferente, o professor orientador também nos auxilia nessa fase, dando suporte durante as escolhas. Ao longo da prática, o professor é responsável por supervisionar todo o processo, garantindo que tudo está sendo feito da maneira correta, garantindo que tudo está sendo feito de acordo com as normas escolhidas previamente.


A voz da sabedoria e a experiência são características inerentes aos nossos orientadores, além de apresentarem diversas capacitações (mestrado, doutorado), eles também já detém grande vivência na área.


Entende-se, portanto, a gigantesca importância do professor orientador, desde a identificação precisa da necessidade de nossos clientes, até o término do projeto, por meio de sua assinatura.



O impacto causado pelas Empresas Juniores na Sociedade


No mercado local:

As Empresas Juniores estão inseridas em diversas áreas de atuação, contemplando serviços que vão desde gestão empresarial até serviços de análise. Desta forma, é inegável e incalculável o impacto que os juniores têm na economia. Considerando que só no Brasil há 444 EJs, e que no cenário mundial elas estão implantadas em 18 países, de acordo com dados de 2016 da European Confederation of Junior Enterprises, a proporção geradas por este movimento é ainda mais grandioso.


Outro ponto relevante a ser abordado é o fato de as Empresas Juniores conseguirem oferecer serviços de qualidade para pequenas, médias e grandes Empresas e, até mesmo, produtores independentes (caseiros). Por sermos uma empresa com fins educacionais e não lucrativos, temos a oportunidade de oferecer aos nossos clientes um serviço de qualidade com um preço super acessível.


Em meio a crise e a necessidade de se adaptar à conjuntura atual, empresas seniores contratam juniores para encontrar uma solução proveitosa e viável, e continuar crescendo no seu meio. Confira aqui uma reportagem do programa Pequenas Empresas e Grandes Negócios, sobre uma empresa de churros que contou com a ajuda de uma EJ da Unicamp para inovar no modo de vender seus produtos.



No Meio Acadêmico:

As EJ’s (Empresas Juniores) vão além de prestadoras de serviços para o Mercado, nosso movimento tem também como objetivo formar jovens melhores por meio da vivência empresarial e experiência com a realização de projetos. O MEJ é capaz de mudar de maneira relevante a vida de muitos estudantes, transformando muitos alunos em pessoas mais éticas, colaborativas e empenhadas em mudar o Brasil. Os alunos que passam por ele tornam-se mais empenhados com a vida acadêmica e criam fortes vínculos com suas respectivas Faculdades.


Outro ponto crucial no impacto causado por uma EJ no meio acadêmico é a evolução da estrutura da Universidade ou do centro de Ensino por meio de investimentos adquiridos pela realização dos projetos. Por exemplo, caso um laboratório venha a fazer um serviço em conjunto com uma EJ, o fruto desse trabalho muitas vezes é revertido em investimentos para o próprio laboratório. É visível que, consequentemente, a Universidade também irá evoluir tendo seus laboratórios sendo aprimorados constantemente. Quem mais ganha com esse cenário são os alunos, já que a partir disso criam-se novas oportunidades de pesquisas para eles.



Leis que Regularizam nosso Movimento


O movimento Empresa Júnior é totalmente focado em promover, de acordo com os seus pilares, um país melhor para o futuro, focando na ética, na colaboração, na educação e na competitividade (de forma saudável). Com este foco, o movimento conseguiu que em 6 de abril de 2016 fosse sancionada a lei 13.267, que regulamenta as EJ's do país, garantindo o ofício dessas unidades em território nacional. Além disso, a lei assegura às empresas a orientação dos professores na realização de projetos, a ajuda das instituições universitárias em que a empresa está inserida e o investimento dos recursos gerados pela própria EJ na atividade-fim e em seus membros.

Gostou do texto? Quer saber mais sobre o dia-a-dia da nossa empresa?

Confira aqui: Coisas Inusitadas que Acontecem na P&Q


Content Toggle Headline

Related posts:

2 thoughts on “4 Motivos Indispensáveis para Contratar uma Empresa Júnior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *