analisecaminhaopipa7

Análise de Água em Caminhões-Pipa: garantindo qualidade

Você, distribuidor, sabe se os parâmetros da água que você transporta estão de acordo com as normas? Quer saber como evitar alterações na água e os procedimentos adequados de seu manuseio? Saiba aqui como melhorar o seu serviço e adequar-se às leis vigentes!



Não é de hoje que vemos problemas de abastecimento de água em algumas regiões sendo noticiados, sobretudo no verão. Casos como a crise no sistema de represas Cantareira fazem necessário o uso de caminhões-pipa para suprir essa defasagem, principalmente em épocas de pouca chuva. Assim, é fundamental que os distribuidores realizem análise de água em caminhões-pipa para garantir que a água entregue esteja em boas condições para consumo.



Cidades pequenas e do interior costumam depender totalmente desse tipo de abastecimento, que nem sempre é confiável e suficiente. Nos meses de dezembro a março é muito comum o aumento no consumo de água pelos habitantes, exigindo uma distribuição de água mais eficiente. Neste texto você, distribuidor, saberá como adequar-se às normas vigentes e entregar um serviço melhor à população, seguindo os seguintes tópicos:


  • Ampliando o conceito de caminhão-pipa

  • Alguns cuidados exigidos com o caminhão

  • Entendendo o que é Análise de Água

  • Parâmetros analisados em caminhões-pipa

  • Olhar do consumidor: como garantir meus direitos?



Ampliando o conceito de caminhão-pipa

analisecaminhaopipa2

A maioria dos distribuidores de água que se utilizam de caminhões-pipa conhecem pouco as múltiplas funções que este veículo pode assumir. Em tempos de crise e de vontade de expansão do seu empreendimento, vale também apostar em outras aplicações do seu serviço para atingir mais pessoas! Veja alguns exemplos:


  • controle de emissão de poeira;

  • umectação de vias e pátios;

  • terraplenagem;

  • irrigação;

  • lavagem de ruas e praças;

  • abastecimento de água potável em indústrias e navios.


As variedades acima citadas podem ser solicitadas tanto por órgãos do governo, pessoas físicas e pequenos e grandes produtores e agricultores. Dessa forma, é interessante tanto para áreas de grande urbanização quanto para regiões do interior. Vale ressaltar que, em todos estes casos, as manutenções apropriadas devem ser feitas para manter o controle de qualidade, sobretudo nestes que exigem a utilização de água potável.



Alguns cuidados exigidos com o caminhão


Frequentemente casos de fraudes como os caminhões-pipa que foram apreendidos vendendo água de piscina como água potável são exibidos na mídia. Tal fato leva a população a apresentar certa desconfiança acerca desse tipo de distribuição, e motivou a Vigilância Sanitária do munícipio do Rio de Janeiro a determinar algumas exigências a serem seguidas pelos distribuidores. São estas:


  • Todos os veículos devem ser cadastrados na Cedae;

  • Estes devem portar laudo de potabilidade de água e medidor de cloro;

  • É imprescindível que sejam seguidas regras de limpeza e manutenção;

  • Os veículos só podem ser abastecidos nos pontos da Cedae;

  • O veículo não pode apresentar ferrugens, amassados, rachaduras e sujeira.

  • A solicitação de carro-pipa deve estar vinculada à falta d’água;

  • O caminhão deve portar a documentação necessária ao abastecimento;

  • O mesmo também deve portar uma declaração de uso exclusivo do tanque para armazenamento e transporte de água potável;

  • Cada carro deve portar registro de origem, destino e qualidade do produto transportado, como data, local e volume de captação.



analisecaminhaopipa1

É importante evidenciar que as normas higiênico-sanitárias nos caminhões serão fiscalizadas pelo órgão no momento do abastecimento. Caso alguma regularidade seja encontrada, a multa será de pelo menos 2.500 reais. A partir desta constatação, sugere-se que as normas ditas sejam seguidas afinco, uma vez que representam gastos bem menores do que este.


Além disso, vale lembrar que as normas sanitárias podem variar entre estados e até mesmo cidades, portanto se você não é do Rio de Janeiro é imprescindível a pesquisa destas normas. Se você é da município de São Paulo, por exemplo, estas informações podem ser obtidas aqui.



Entendendo o que é Análise de Água


A análise da água do caminhão-pipa, citada como uma das obrigações de seu responsável, na verdade é um conceito muito mais abrangente do que parece. A análise de água nada mais do que a verificação e quantificação de parâmetros presentes numa amostra de água. Sendo assim, essa análise é realizada em laboratório especializado, seguindo normas de qualidade para garantir um resultado satisfatório.



Essa análise pode ter diversas aplicações, como por exemplo a verificação de potabilidade de água de casas e condomínios, análise da água de piscina, análise de dureza de cerveja, entre outras. Para cada uma dessas há uma norma específica a ser seguida. A seguir, veja qual a norma que rege as recomendações de análise para caminhões-pipa e entenda um pouco mais sobre os parâmetros analisados!


Parâmetros analisados em caminhões-pipa e a Resolução SMS nº 2551


A resolução nº 2551 da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro determina como deve ser feita a análise da água transportada e armazenada por caminhões-pipa. Os parâmetros exigidos são os principais para determinação da potabilidade da água e portanto sua qualidade. Além disso, essa resolução informa a frequência em que as análises devem ser realizadas.


Os parâmetros cor, turbidez e pH devem ser analisados obrigatoriamente na fonte de fornecimento da água transportada e opcionalmente no carro-pipa. Estes dizem respeito à qualidade da água da própria fonte, isto é, se o carro-pipa transporta água de qualidade para a população. Às vezes o problema não está no carro-pipa, e sim no ponto de coleta! Além disso, deve-se fazer 1 análise por mês para esses indicadores.


Já o Cloro Residual Livre e os Coliformes devem ser feitos obrigatoriamente tanto na fonte de abastecimento, quanto no carro-pipa. Os coliformes devem ser analisados uma vez ao mês. Já o cloro residual livre, como citado anteriormente neste texto, deve ser analisado a cada carga, isto é, diariamente. É de responsabilidade da distribuidora portar do kit para esta análise, que deve ser feita na hora, na frente do consumidor.


Sendo assim, estes indicadores garantem a qualidade do produto e contribuem para manter o seu negócio dentro das regulamentações dos órgãos públicos. Para saber mais sobre as recomendações desta norma, clique aqui



Na ótica do consumidor: como garantir meus direitos?


Mesmo com toda fiscalização e regulamentação dos órgãos públicos, por vezes os caminhoneiros e seus funcionários associados não têm conhecimento acerca das normas. Isso dá margem para algumas atitudes que, apesar de comuns, podem e muito prejudicar a qualidade do serviço. A falta de controle de higiene, não esterilização de mangueiras e armazenamento indevido são atitudes totalmente inapropriadas.


Dito isso, é importante estar sempre atento ao aspecto da água que você recebe em casa ou em outros ambientes. Como dito antes, a cor é um dos parâmetros avaliados pelos órgãos de fiscalizam e representam um indicador muito perceptível. Se você, consumidor, percebe coloração na água (as mais comuns são a amarelada e em tons terrosos), desconfie! É muito provável que haja contaminação.


Mas como comprovar a água contaminada? Simples. Se a água contaminada provém de sua residência ou estabelecimento próprio, faça uma análise dessa água o quanto antes. A análise de potabilidade de água é um serviço barato e muito acessível, portanto não hesite!

Se esta água contaminada pertence a, por exemplo, um restaurante que você visitou, a Vigilância Sanitária pode ser acionada para ir ao local, por meio de denúncia. Aliás, vale ressaltar que donos de estabelecimento que trabalham com água devem preocupar-se em manter-se em dia com os laudos de potabilidade.



Agora que você, distribuidor, aprendeu diversas formas de regularizar seu serviço, que tal entender mais a fundo como a água impacta no ambiente, suas variadas propriedades e utilizações?

Confira abaixo alguns textos super interessantes, e, de brinde, nosso e-book exclusivo “O manual para garantir a qualidade da água da sua casa e do seu negócio”!


ASSINE A NOSSA NEWSLETTER!

Receba nossos conteúdos exclusivos no seu email!

Related posts:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *